domingo, 4 de janeiro de 2015

LIÇÕES DE VIDA

11 de Setembro

Um dia, logo após o 11 de setembro, eu conversava com uma pessoa que era responsável pela segurança de uma empresa no World Trade Center. Com muita calma, ele me contou histórias de sobreviventes e todas continham pequenos detalhes.Como você talvez já saiba, o chefe de uma empresa chegou tarde, simplesmente, porque era o primeiro dia do seu caçula no jardim de infância.Um outro estava vivo porque era seu dia de trazer rosquinhas para o café. Uma mulher atrasou-se porque o despertador não funcionou.

Outra porque ficou presa num congestionamento causado por um acidente.Um outro havia perdido o ônibus.Uma mulher teve que trocar de roupa porque derramou café.Alguém teve que atender a uma ligação.O filho de outro se demorou em sair da cama. Alguém não encontrava um táxi. Muitas outras histórias...Pequenos detalhes... Contratempos... Talvez, algum dia, seja escrito num livro.

E aquele homem com quem eu conversava estava vivo porque naquele dia estava usando sapatos novos que lhe causaram uma bolha no pé e teve que parar numa farmácia para comprar um Band-Aid.Isso me fez refletir muito a respeito do tempo. Hoje, quando pego um congestionamento de trânsito, um semáforo fechado, perco um elevador, atendo uma ligação no momento de uma saída... pequenas coisas que me aborreciam, penso comigo... estou exatamente onde Deus quer que eu esteja neste momento.

Que Deus continue a abençoar você com todos estes pequenos aborrecimentos que o faça lembrar de seus propósitos. Na próxima vez em que parecer que "se levantou com o pé esquerdo", seus filhos demorando em se vestir, não lembrar onde deixou as chaves do carro, pegar todos os semáforos fechados no caminho do trabalho, não fique triste, não se irrite, não se sinta frustrado, louve a Deus, e agradeça, porque Ele está cuidando de você.Nem sempre compreendemos os desígnios de Deus. Acredito que Ele queira sempre o melhor para nós, o difícil é ler suas entrelinhas...

Autor: Desconhecido



A Carta de um Bebê 

Oi mamãe, tudo bom? 

Eu estou bem, graças a Deus faz apenas alguns dias que você me concebeu em sua barriguinha. Na verdade, não posso explicar como estou feliz em saber que você será minha mamãe. Outra coisa que me enche de orgulho é ver o amor com que fui concebido. Tudo parece indicar que eu serei a criança mais feliz do mundo !!!!

Mamãe, já passou um mês desde que fui concebido, e já começo a ver como o meu corpinho começa a se formar, quer dizer, não estou tão lindo como você, mas me dê uma oportunidade !!!!!! Estou muito feliz!!!!!! Mas tem algo que me deixa preocupado... Ultimamente me dei conta de que há algo na sua cabeça que não me deixa dormir, mas tudo bem, isso vai passar, não se desespere. 

Mamãe, já passaram dois meses e meio, estou muito feliz com minhas novas mãos e tenho vontade de usá-las para brincar... Mamãezinha me diga o que foi? Por que você chora tanto todas as noites?? Porque quando você e o papai se encontram, gritam tanto um com o outro? Vocês não me querem mais ou o que? Vou fazer o possível para que me queiram... 

Já passaram 3 meses, mamãe, te noto muito deprimida, não entendo o que está acontecendo, estou muito confuso. Hoje de manhã fomos ao médico e ele marcou uma visita amanhã. Não entendo, eu me sinto muito bem.... por acaso você se sente mal mamãe?Mamãe, já é dia, onde vamos? O que está acontecendo mamãe?? Porque choras?? Não chore, não vai acontecer nada... Mamãe, não se deite, ainda são 2 horas da tarde, não tenho sono, quero continuar brincando com minhas mãozinhas. 

Ei !!!!!! O que esse tubinho está fazendo na minha casinha?? É um brinquedo novo?? Olha !!!!!! Ei, porque estão sugando minha casa?? Mamãe !!!! Espere, essa é a minha mãozinha!!!! Moço, porque a arrancou?? Não vê que me machuca?? Mamãe, me defenda !!!!!! Mamãe, me ajude !!!!!!!! Não vê que ainda sou muito pequeno para me defender sozinho? Mãe, a minha perninha, estão arrancando. Diga para eles pararem, juro a você que vou me comportar bem e que não vou mais te chutar. Como é possível que um ser humano (humano) possa fazer isso comigo? Ele vai ver só quando eu for grande e forte..... 

ai..... mamãe, já não consigo mais... ai... mamãe, mamãe, me ajude...Mamãe, já se passaram 17 anos desde aquele dia, e eu daqui de cima observo como ainda te machuca ter tomado aquela decisão. Por favor, não chore,lembre-se que te amo muito e que estarei aqui te esperando com muitos abraços e beijos. 

Te amo muito!

Seu bebê 

Autor: Desconhecido

Nenhum comentário:

Postar um comentário